CTE 2015 – Alunos do 7º, do 8º e do 9º ano escreverão sobre atitudes em prol da educação

O Concurso Tempos de Escola – CTE é uma iniciativa do programa Parceria Votorantim pela Educação – PVE que visa incentivar a escrita e a reflexão sobre a importância da educação na formação cidadã. Dele participam alunos e professores das redes públicas de ensino dos municípios que fazem parte do PVE e que, nesta edição do concurso, trabalharão o tema Grandes atitudes pela educação, refletindo sobre as 5 Atitudes pela Educação, campanha do movimento Todos pela Educação.

O CTE divide-se em quatro diferentes categorias, determinadas de acordo com a etapa educacional dos alunos participantes. Este ano, os alunos do 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, que concorrem na Categoria 2, terão como desafio redigir um texto expositivo sobre as 5 Atitudes pela Educação, focando em uma ou duas delas. Para tanto, os participantes poderão obter informações consultando os materiais da campanha ou entrevistando colegas, professores e funcionários da escola.

O professor Fábio Nascimento Jesuíno, da Escola José Ermírio de Morais, do Município de Três Marias (MG), participou, com seus alunos, de outras duas edições do Concurso Tempos de Escola e conta que já está prestes a iniciar a mobilização para a edição deste ano. “Acho extremamente importante esse incentivo à produção textual porque essa é uma das competências mais importantes que qualquer pessoa deve desenvolver ao longo de sua vida, seja ela acadêmica ou não”, afirma.

De acordo com o professor, a redação do texto dissertativo expositivo não deve apresentar grandes dificuldades para o aluno que domine o uso da norma culta da linguagem. Cabe, porém, ao aluno, buscar reunir o máximo de informações sobre o tema proposto. “Se o aluno estiver informado, ele tem plenas condições de produzir um bom texto. Esse é o pressuposto básico”, observa Jesuíno.

“O texto expositivo difere da dissertação argumentativa por ser uma exposição de fatos e informações e não um posicionamento crítico do autor do texto em relação a esses fatos. Ele apenas expõe esses fatos quase que em linguagem jornalística, porque traz a informação para o texto sem um posicionamento crítico argumentativo do autor”, explica o professor.

Também faz parte da preparação dos alunos, de acordo com Jesuíno, expô-los a diversos modelos de texto e exemplos de como o texto expositivo pode ser construído. Da mesma forma, ampliar o repertório dos alunos em relação a conhecimentos gerais é também importante. “É imprescindível que eles façam esse trabalho de busca e de leitura de textos. Eu os oriento a estar sempre buscando textos opinativos, lendo reportagens, acompanhando o que a mídia divulga, seja por meio da TV, seja por meio da internet, para que eles possam se manter informados e, obviamente, enriquecer seu repertório”, diz Jesuíno.

De acordo com a professora Marisa Menezes, que já atuou como coordenadora da banca de jurados da Olimpíada de Redação da Biblioteca Pública Municipal Professor Nelson Foot, em Jundiaí (SP), a principal característica do texto expositivo é apresentar informações sobre um objeto ou fato específico, sua descrição e a enumeração de suas características. “Deve-se permitir que o leitor identifique claramente o tema central do texto, que deve ser abrangente e compreendido por diferentes tipos de pessoas, tendo atenção ao vocabulário e à linguagem, que não deve conter gírias”, explica.

A professora sugere que os alunos estruturem seu texto dividindo-o em partes: a introdução do tema e sua contextualização; o desenvolvimento dos diferentes aspectos do tema; e uma síntese das informações apresentadas como conclusão. “No primeiro parágrafo, o aluno poderia apresentar a campanha5 Atitudes pela Educação e contextualizar esse tema, por exemplo, ao indicar a importância da educação para a sociedade. A partir daí, o aluno pode escrever dois ou três parágrafos desenvolvendo o assunto, apresentando novas informações, e, por fim, escrever um parágrafo final com uma conclusão por síntese”, sugere.

Como participar

Os alunos que forem participar da Categoria 2 do Concurso Tempos de Escola 2015 deverão abordar, em seus textos, as 5 Atitudes pela Educação, podendo focar em uma ou duas delas. As cinco atitudes envolvem “valorizar os professores, a aprendizagem e o conhecimento; promover as habilidades importantes para a vida e para a escola; colocar a educação escolar no dia a dia; apoiar o projeto de vida e o protagonismo dos alunos; e ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e dos jovens”. Alunos e professores poderão saber mais sobre as atitudes nesta entrevista com Camila Salmazi e Carolina Fernandes, do Todos Pela Educação.

No Guia de Orientações para Educadores, disponível para download por este link, professores, coordenadores e gestores escolares poderão encontrar orientações detalhadas sobre todas as etapas do concurso e orientações específicas sobre como planejar e realizar atividades de produção e de revisão dos textos dos alunos de acordo com cada categoria. É importante ler com atenção o regulamento completo do Concurso Tempos de Escola 2015, que pode ser acessado por meio deste link. As inscrições devem ser feitas por esta página até o dia 17 de julho e, em caso de dúvidas, basta escrever para contato@blogeducacao.org.br.

Bernardo Vianna / Blog Educação

Publicado em Concurso Tempos de Escola, Edição 2015, Notícias Marcado com: ,

Comentários

Facebook

Twitter

O conteúdo da página "CTE 2015 – Alunos do 7º, do 8º e do 9º ano escreverão sobre atitudes em prol da educação | Blog Educação", disponibilizado no website Blog Educação está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.