Prefeituras começam a distribuir livros para escolas do campo

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) distribuirá às prefeituras e secretarias de Educação livros didáticos para 2,6 milhões de estudantes de escolas rurais em todo o país até o fim deste mês. Segundo a autarquia, cabe às prefeituras levar as publicações a cada uma das escolas.

Esta será a segunda vez que o FNDE vai distribuir material específico para estudantes de escolas rurais, com abordagem que considera a realidade social, cultural, ambiental, política e econômica dessa parcela da população. Os livros deverão chegar aos estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º anos) de quase 60 mil escolas em todo o país até o início do ano letivo de 2016, previsto na maioria dos estados para fevereiro.

Em Chaves, no Pará, 102 das 104 escolas do município estão na zona rural. Para chegar às escolas são necessárias viagens de até quatro dias de barco. De acordo com o secretário de Educação do município, Edgar Quadros, os livros que chegaram já começaram a ser distribuídos. No entanto, as dificuldades, dadas à geografia local, são muitas. “Tivemos alguns problemas. Uma embarcação que levava livros para cinco escolas naufragou, mas já estamos fazendo um levantamento para fazer uma nova solicitação ao FNDE”, informou o secretário.

Em Amarante do Maranhão, o transporte dos livros é feito por terra. São 60 escolas rurais e 30 urbanas. A distância até elas pode chegar a 90 quilômetros. De acordo com a secretária de Educação do município, Gilsilene Chaves, o acesso é difícil, mas as estradas foram melhoradas. “As escolas rurais são a base para a educação dos nossos alunos, muitos pais não têm condições de trazê-los até a cidade. Essas escolas garantem que eles tenham aulas.”

As publicações para as escolas rurais fazem parte do Programa Nacional do Livro Didático do Campo, cujo objetivo é prover as escolas públicas de ensino fundamental e médio com livros didáticos e obras literárias e complementares, além de dicionários. O programa é executado em ciclos trienais alternados. Assim, a cada ano o FNDE adquire e distribui livros para todos os alunos de determinada etapa de ensino e repõe e complementa as publicações reutilizáveis para outras etapas.

O presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima, disse que os municípios já estão habituados a receber e distribuir os livros. “Com certeza, já estão mobilizados para fazer a conferência de cada uma das escolas e, automaticamente, farão a entrega. Se o FNDE entregar todas as obras até o fim do ano, em 2016, teremos todos os livros nas mãos dos alunos.”

O FNDE trabalha com dados de matrículas projetadas para o ano de atendimento e, eventualmente, podem faltar ou sobrar livros em determinada escola, devido à movimentação dos alunos na rede de ensino. Os livros que sobrarem em uma rede de ensino poderão ser usados para complementar outra, e as prefeituras também poderão acionar a reserva técnica no sistema Programa Dinheiro Direto na Escola Interativo.

 

Fonte: Agência Brasil/Mariana Tokarnia

Publicado em Acontece, Notícias

Comentários

Facebook

Twitter

O conteúdo da página "Prefeituras começam a distribuir livros para escolas do campo | Blog Educação", disponibilizado no website Blog Educação está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.